Theme by maraudersmaps
"Eu queria querer-te, amar o amor, construir-nos dulcíssima prisão. Encontrar a mais justa adequação, tudo métrica e rima e nunca dor, mas a vida é real e é de viés, e vê só que cilada o amor me armou, eu te quero (e não queres) como sou, não te quero (e não queres) como és" - Caetano Veloso
1 2 3 4 5 »
Destruiremos as flores, então!
Venham
Cheguem perto
A guerra só está começando
Os soldados trepam com suas mulheres
As crianças choram
Em pavor
A cidade se queima em luxúria
Os corações são arrancados
Dilacerados
Há morte em cada esquina!
E eu lhes digo:
As flores não mais existem
O gozo dos soldados acabou
As crianças sumiram
O estopim
Os pecados
E essa humanidade imunda que insiste em buscar a razão
Não há razão!
São loucos
Loucos
Loucos
Loucos
Somos, baby
- Luiza Rocha (via meninofrenetico)
tagged as

Eu queria morrer e virar estrela, mas sei que morrerei e enterrarão o meu cadáver em um lugar qualquer para ser comido pelos vermes que habitam a terra.
Eu cansei, juro que tentei ouvir o conselho que Lina me deu. Juro que tentei cuidar da minha saúde, mas os quatro quilos que perdi em duas semanas ainda não voltaram. Juro que tentei acordar no horário todos os dias para não me atrasar, juro que tentei terminar todos aqueles livros, tentei estudar, tentei ver a vida de um jeito mais otimista.
Pois é, a felicidade veio me visitar, mas só ficou por três dias e nem se despediu.
ELA NEM DISSE TCHAU, D., COMO PODE UMA COISA DESSAS?!
E eu disse a mim mesma: “Calma, Luiza, a vida é boa. Vá terminar aquele livro, saia mais, olhe o céu, ame as pessoas ao seu redor”.
A única coisa que consigo pensar agora é em pedir perdão a todos, pedir perdão por não ter melhorado, por ter mentido, por não conseguir ajudar. Eu nunca ajudo em nada, sou uma farsa que se aproxima de sua vítima e finge que o mundo é bom.
Perdoem-me os corações apaixonados, mas eu sei que nada vai mudar.
Virar estrela é um sonho bonito, e eu esperaria a eternidade para explodir.

-Luiza Rocha

via: http://mafagafosvoando.tumblr.com
Eu
Quero
Sentir estrelas
No céu de tua boca
E desenhar constelações
Com arranhões nas tuas costas
Aposta? Mesmo depois que a lua
Resolver dar lugar ao sol, amor
Serei ainda tua, nua no lençol
E não caberá em uma só lua
Será tão doce como mel
Só diz que me espera
Até a lua de mel.
Me espera
Até a
lua?
- Me espera até a lua? Textificar. (via ruass)

Tristeza
é o piso branco manchado de vinho,
é a taquicardia no peito,
é a melancolia estampada no rosto enrugado.

Tristeza é a mulher da partida,
é a saudade escrita ao contrário,
sinônimo de amor incorrespondido,
é eufemismo para o abismo que é a alma.

Tristeza é o sacerdócio da alma,
o sacrifício da própria melancolia,
tristeza é a vadia da esquina,
esperando um qualquer
que a possua feito menina.

Tristeza é loucura,
é um uísque amargo,
o cigarro letal para o pulmão já doente,
tristeza é o sangue escorrendo
pelo joelho ralado do menino.

Tristeza é a que nos assola
nos momentos mais inoportunos,
é decepção, é o caos com máscara e purpurina.

Tristeza é a morte,
é a lágrima empacotada e vendida,
tristeza é a chegada
quando todos são partida.

Tristeza é um corpo,
um resquício,
uma célula,
uma partícula.

Tristeza é um texto comprido,
Tristeza… é poesia.

- Anarquismos. (via anarquismos)
brokensilence137:

dynaroo:



I think this bird got confused when someone told him he belonged in the sky.
He decided to be the sky instead.

brokensilence137:

dynaroo:

image

I think this bird got confused when someone told him he belonged in the sky.

He decided to be the sky instead.

coagulo:

uma brasa que queima
a pele e a dor
do descaso invade
o ócio nosso de cada
dia

você sorri porque não dói tanto
quanto um amor,
feito faca
que fura o peito

no fundo
a dor é gostosa

e você sorri

John

tagged as
Minha pintura bizarra da noite!(desculpa, vida)

Minha pintura bizarra da noite!
(desculpa, vida)

via: http://mafagafosvoando.tumblr.com